terça-feira, 16 de junho de 2015

Fuck The Devil - O Inferno Não É Um Bom Lugar

Nenhum comentário:


Release:
O Fuck The Devil é uma one man band criada no ano de 2014 com a finalidade de produzir um som caótico, tosco e mau tocado, rotulado de noisegrind, que é a junção do noisecore com o grindcore. (Anti) música no seu estado mais extremo, indicado para quem ouve distúrbios sonoros na linha de Nihilist Commando, Fear Of God, Empty Grave, Minch, Final Exit, Vomitorial Corpulence, Gore Beyond Necropsy, entre outras. No mesmo ano foi lançado o cd demo "O Inferno Não É Um Bom Lugar" com 36 faixas de puro atentado auditivo. Confiram aqui nesse post o link para download do cd.


Banda: Fuck The Devil

Gênero: Noisegrind

Origem: Juazeiro - Bahia




Contatos:
pastoraldonoise@gmail.com


domingo, 5 de abril de 2015

ODICELAF METALFEST 2015 (Cartaz, cast completo e informações)

Nenhum comentário:

O ODICELAF faz em 2015 seus 17 anos de atividades e comemora esse feito com o inicio desse Festival dedicado ao Metal Extremo, que será realizado uma vez ao ano...
A sua primeira edição foi marcada para o dia 09 de maio e as próximas também devera ser realizada em maio de cada ano, sempre com bandas que fazem parte do cast da Odicelaf Prod. e outras bandas do Metal seja Death, Black, Doom, Thrash ou Heavy Metal.

As bandas convidadas para a primeira edição foram:
# HATE EMBRACE - Death Metal de Pernambuco
# NECROBIOTIC - Death Metal Splatter de Minas Gerais
# DISRUPT CHRIST - Black Metal da Bahia
# PAPA NECROSE - Death Metal da Bahia
# ORDE DOMININECTUM - Black Metal da Bahia
# ERASY - Doom Stone Heavy Metal da Bahia
(clique sobre os nomes das bandas para mais informações e ouvir ou ver trabalhos das bandas)

ENTRADA R$ 25,00 - MULHER GRÁTIS
LOCAL: BNB CLUBE DE CICERO DANTAS/BA
HORÁRIO: 20:00

MAIS INFORMAÇÕES: (75) 9966-5520 ADAUTO DANTAS





segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Infected Cells: Death\Thrash (Simões Filho-Bahia)

Nenhum comentário:
Infected Cells: Hugo, Stanley e Márcio

Release:
A Infected Cells surgiu em 2009 em Simões Filho/BA, sob o nome Brain in Flames com o intuito de fazer um Thrash Metal rápido e coeso, sem soar como cópia ou datado demonstrando influências do Heavy Metal tradicional até o Death Metal old school e mesmo assim não apresentam características de experimentalismo.
Conta com Stanley Serravalle (Keter) no baixo e vocal, Hugo Elias (Devouring) nas guitarras e Márcio Firestorm (Devouring, Rotten Cadaveric Execration, Keter) na bateria.
Ainda sob o nome Brain in Flames, tocaram em diversos eventos em Salvador, Simões Filho e Candeias, mas foi no interior da Bahia onde a banda começou a ganhar notoriedade e convites para tocar em cidades como Cruz das Almas, Alagoinhas e Esplanada. Na cidade natal, tocaram em vários eventos, sendo o “Sob o Machado do Algoz”, em que abriram o show do Flageladör (RJ), o mais expressivo para a banda até então.
Hoje estão com o material pré-produzido para a gravação do primeiro EP, entrando em contato com selos/distros que estejam interessados em fechar parcerias para estarem fazendo o lançamento deste material e em seguida, gravar um full-lenght.


Banda: Infected Cells

Origem: Simões Filho\Bahia

Gênero: Deathrash

Integrantes
Stanley Serravalle - Bass and Vox
Hugo Elias - Guitars
Márcio Firestorm - Drums

Links:

Contatos:
stanleyserravalle@live.com
(71) 9352-8689

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Steel Fist: Heavy Metal (Jacobina\Bahia)

Nenhum comentário:



Release:
Banda formada em meados de 2013 por músicos locais experientes e cheios de talentos que participaram de diversos projetos: Hélder, Heber, Rogean e tendo na guitarra um dos grandes nomes do metal nacional Paulo Lisboa, integrante da banda Headhunter DC. A Steel Fist tem grande influência no heavy metal tradicional e possui bagagem suficiente pra ser uma das ótimas promessas do metal baiano em 2015.

Banda: Steel Fist

Origem: Jacobina\Bahia

Gênero: Heavy Metal

Integrantes
Paulo Lisboa - Guitarra
Hélder Alves - Vocal
Heber Reis - Baixo
Rogean Tínel - Bateria

Links:

Contatos:
helderao@gmail.com
(74) 9139 9979

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Projeto de lei prevê punição por atraso em shows

Nenhum comentário:
Se houver mais de meia hora de atraso, consumidores terão direito a 30% do valor do ingresso
(fonte: guitarload)

De acordo com o portal O Globo, a Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados aprovou proposta que prevê punição aos organizadores em casos de atraso em espetáculos artísticos. Segundo o projeto, se a apresentação começar com mais de meia hora de atraso, os consumidores terão direito a 30% do valor do ingresso.

Trata-se do Projeto de Lei 477/11, do deputado Hugo Leal (Pros-RJ), que estabelece prazo de cinco dias úteis para a devolução aos consumidores. Caso a produção do espetáculo descumpra esse prazo, estará sujeita também a outra multa, desta vez devida ao estado, de 40 salários mínimos.

A proposta já tinha sido aprovada pela Comissão de Cultura com mudanças para livrar de multa os atrasos causados por problemas de energia, tempestades ou pane no sistema de transporte. Já o relator na Comissão de Defesa do Consumidor, deputado Márcio Marinho (PRB-BA), optou pelo projeto original – sem a tolerância – por considerar que atrasos por fatores externos estão contemplados na legislação do Sistema Nacional de Proteção e Defesa do Consumidor.

O relator disse que as mudanças feitas na Comissão de Cultura tornaram o projeto “muito complacente”. “Isso só vai contribuir para que a proposição caia no vazio. Exceções e casos fortuitos são plenamente justificáveis perante os órgãos integrantes do Sistema Nacional de Proteção e Defesa do Consumidor”, defendeu.

A proposta tramita em caráter conclusivo e ainda precisa ser analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

As informações são do portal O Globo.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Modus Operandi: Coletânea 2000\2014 _ (2014)

Nenhum comentário:

Banda: Modus Operandi

Gênero: Pós Punk\Experimental

Origem:  Salvador\Ba

Álbum: Coletânea 2000\2014

Ano: 2014

Formação Atual:
David Vertigo (Vocal-Sintetizador)
Henrique Letárgico (Contrabaixo)
Marcos (Sucatas, Furadeira e outros efeitos)
Eduardo (Bateria)

Tracks:
01-Acid Ent
02- Genocídio
03- Vazio
04- Canção de Ninar
05- Homem Sem Sombra
06- Kalil Gibran
07- Cksvlx
08- Jaziguo Perpétuo
09- Mkqvynks
10- Prxcysskx

Links:
Myspace
Blog Oficial
Facebook
Tnb

Produzido e Distribuído por Modus Operandi | Salvador\Bahia

Contatos para adiquiri o CD:
Email: modusoperandi4@yahoo.com.br
Telefone: (71) 8807-3040 (David)
(71) 8181-4102 claro (Henrique)

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Radielic: Rock n Roll (Salvador\Ba)

Nenhum comentário:

Release:
Radielic surgiu em meados dos anos 2000 com a proposta de fazer rock autoral e de qualidade com acordes marcantes e letras que contam um pouco do universo de seus integrantes de maneira simples e direta. O nome Radielic surgiu por um acaso, sem definição própria de origem e significado, mas com força na identidade da palavra.
Na sua primeira formação a Radielic tinha na guitarra solo Marcelo Zines, na guitarra base Pedro Dias, no baixo Osvaldo Teodoro, bateria Leto Lima e vocal Robson Maori. Passado alguns anos a banda mudou a formação e o nome para Lúcida, com a proposta de fazer um som mais voltado para o progressivo.
Em meados de 2008 a banda fez uma breve pausa, mas a vontade de tocar e fazer rock and roll do seu condutor e vocalista Robson Maori fizeram com que no começo de 2012 a banda retornasse com força total. Agora no formato power trio e resgatando o nome original, contando com Ricardo Bittencourt na guitarra, a volta de Leto Lima a bateria e Robson Maori no contrabaixo e vocal. 
Ainda contando a história das formações da banda, destacamos Binho e Ejigbo nas guitarras e Jorge Faro na bateria.
A banda sobreviveu há esses anos, entre idas e vindas, e neste retorno ficou bem claro para seus componentes de que o cenário do rock baiano esteve sempre com as portas abertas para bandas que não tem medo de arriscar nas curvas do rock and roll.
A banda tem como influencias o rock, reggae e música brasileira, podendo ser citados artistas/bandas como Bob Marley, Ramones, Legião Urbana, Radiohead, Pearl Jam, Coldplay, Jack Johnson entre outras misturas que definem o nosso repertório, composto na sua maioria de composições autorais.

Banda: Radielic

Origem: Salvador\Bahia

Gênero:  Rock

Formação :
Robson Maori - Contrabaixo e Vocal
Leto lima - Bateria
Ricardo Bittencourt - Guitarra

Contato:
071 8203-4833
ricobaea@yahoo.com.br

Links:

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Release: CD "Marte" banda Declinium por Shinna Rnr

2 comentários:
Por Shinna Rnr (Vocal banda Pancreasfanfarrão, produtor,  organizador de shows de rock e colaborador do Bahia Rock Machine )

Nota: 10,0 / 10,0

Nota do Autor: Eu faço questão de não ler nada sobre a banda, nem como o disco foi feito. Escrevo baseado no que ouço na hora, então, dê um desconto se eu falar alguma bobagem em termos técnicos.
Somente escrevo sobre o que eu gosto, então, não espere que eu aponte erros ou dê chilique sobre as músicas. O intuito dos meus textos é apresentar a minha opinião sobre material autoral de bandas, nada mais do que isso. Se a sua opinião for diferente, me pague uma cerveja e vamos debater sobre os assuntos.

"Tem uma coisa na “cena rocker” da Bahia que realmente acho que faz falta: bandas serem fãs de bandas. E ainda bem que eu não tenho esse problema. Sou muito fã da Declinium! Eles já tocaram com a Pancreas, nós já fomos até Camaçarí pra tocar com eles e assim, acho eu, fortalecemos de verdade o desenvolvimento do rock em nosso estado. 
Todos sabem que eu não suporto bandas que tocam sem solo de guitarra. A única que eu não sinto falta é exatamente a Declinium. Não precisa! Ao vivo, eles são ainda melhores. Você só tem idéia de como essa banda é poderosa, quando você assiste a um show deles. E quando o show é em Camaçarí, aí que o bicho pega mais ainda." Disco perfeito...

Faixa 1: A espera.
Se você é emotivo igual a mim, então vou logo te avisando, esta música vai te fazer chorar! Não porque seja triste, mas porque é uma música tão sensacional que ela consegue te fazer ouvir com a alma! Uma belíssima gravação, perfeita! Guitarras lindas, um teclado dando o tom épico, bateria altamente competente, o baixo dando a linha e, claro, a voz “aveludada” e inconfundível do vocalista Oreah. Belos arranjos vocais!

Faixa 2: A canção da despedida.
Quando essa música começou a tocar, eu abrí a janela e pulei... Flutuei pela noite, fui visitar as estrelas, a lua e voltei... Então o “clima” da música mudou e eu saí quebrando tudo que via pela frente... Quando então eu me acalmei. Peguei uma cerveja, bebí. E aí as guitarras ganharam peso cada vez maior... A banda toda sobe e temos uma música incrível, apoteótica!

Faixa 3: Ela se foi.
Se você perdeu um amor, então está tudo traduzido nesta música! É impressionante a força das guitarras nesta música. Baixo, bateria e teclados em total e competente sintonia. E o “gogó” de ouro de Oreah sempre nos passando toda a emoção da letra. Seu grito final é o grito de muita gente que sofre por amor, mas guarda isso no coração... Emoção a mil!

Faixa 4: Marte.
A música que dá nome ao disco! Mais uma vez as guitarras derramam toda a emoção em cima da gente. Incrível esses arranjos!!! A voz em eco dá a impressão de que a gente está lá em marte, naquele mundo desabitado(?) gritando para o “nada”... Até o “na na na na na” ficou de fuder...  Tudo de fuder demais... Impressiona o poder desta música!

Faixa 5: Nietzsche
Não, o título dessa música não é o nome de um remédio! Corra para os livros e vá ler e absorver um pouco de filosofia! Pra arrebatar um disco perfeito, uma música perfeita e pra cima que, com toda certeza, faz a gente pular com o riff e ficar desejando ver a banda ao vivo.


Banda: Declinium

Origem: Camaçari\Bahia

Gênero:  Rock n Roll\Indie Rock\Pós Punk

Álbum: Marte

Ano: 2014

Ficha Técnica:
Produção Execultiva_Declinium
Gravado no MD Stúdio por Léo Marinho
Mixagem\Masterização: Gera Cravo
Projeto Gráfico: Wilson Santana
Letras Oreah\Músicas Declinium

Formação:
Baixo e Voz: Oreah
Guitarra: Edvaldo Filho
Guitarra: Leandro Rodrigues
Bateria: Ericson França
Teclados: Bruno Foca

Tracks:
1.A espera
2.A canção da despedida
3.Ela se foi
4.Marte
5.Nitzsche

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Overdose Álcoolica - Apologia ao Alcoolismo (2014)

Nenhum comentário:

Banda: Overdose Álcoolica

Gênero: Rock\Metal Álcoolico

Origem: Salvador\Ba

Álbum: Apologia ao Álcoolismo

Ano: 2014

Integrantes:
Binho Breja (Vocal)
Thauan Beer (Bateria)
Rodrigo Gin (Guitarra)
Davi Ampola (Guitarra)
Caio Pinga (Baixo)

Tracks:
01.Batizado em Cachaça no
02.Amores de Brega
03.Eu só sei beber
04.PDB
05.Afogados em Birita
06.Abaíra, Xoxota e gasolina
07.Filhos do Alcool
08.Mulher Pigunça
09.Farândola
10.Com dinheiro eu morreria
11.Apologia ao Alcoolismo
12.CRNA
13.Sumo de buceta
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...